top of page
  • Foto do escritorportalcaxias

Estádio: Flamengo quer pagar 85% do valor de terreno em leilão com vendas de apartamentos no Morro da Viúva

O Flamengo aguarda a publicação, em Diário Oficial da Prefeitura desta segunda, da desapropriação do Gasômetro por leilão em hasta pública - o que significa que o valor mínimo estabelecido em leilão será repassado à Caixa, administradora do fundo de investimentos do terreno no centro da cidade.

O clube se planeja para cobrir 85% dos valores de cerca de R$ 150 milhões - à vista - pela área que soma pouco mais de 100 mil quadrados - isto porque, além do terreno de cerca de 87 mil metros quadrados, há área anexa para estacionamento - com valores arrecadados com a venda de 38 apartamentos no Morro da Viúva.

O prédio no Morro da Viúva pertencia ao Flamengo - em outros tempos, serviu de moradia para atletas rubro-negros - e foi vendido em 2018 para construtoras, mas o clube ficou com 30% do empreendimento. A estimativa do Flamengo é arrecadar cerca de R$ 114 milhões com a venda dos 38 apartamentos - ou seja, R$ 3 milhões por cada unidade.

A diretoria do Flamengo espera desenrolar rápido até o leilão - há quem fale em até 30 dias -, mas precisará ir ao Conselho Deliberativo e ao Conselho de Administração para aprovar investimento na compra do terreno. Isto porque não estava previsto no orçamento de 2024 e precisaria de apreciação dos conselheiros. O assunto foi discutido com o prefeito pelo presidente Rodolfo Landim, por Marcos Bodin, contratado pelo clube para tocar o assunto, e o vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page